sedes-convite.jpg

Coluna Acto Falho – Convite

O fato de vivermos, neste 2020, a maior crise sanitária dos últimos anos, de ouvirmos discursos de ódio recrudescer e assistirmos a abalos na democracia trouxe a necessidade de criarmos um espaço para acolher a voz dos Membros do Departamento, para dar espaço ao que se queira dizer sobre problemas que tanto nos afetam. Nasce assim, em março, a Coluna Acto Falho, um espaço digital e mais dinâmico de expressão. Espaço este que acolherá não só reflexões sobre os temas acima mencionados, mas qualquer outro, angustiante ou auspicioso, que possa ser tratado de uma perspectiva que os Membros do Departamento, por sua formação e vivência, tenham a oferecer.

sedes-aborto.jpg

Sobre a Descriminalização do Aborto

Até final do século XVII, o corpo da mulher era visto como um corpo masculino que não deu certo, um corpo que, por não ter recebido calor suficiente, encruou, ficando para dentro as partes reprodutoras que deveriam ter aflorado. Baseados nessas ideias, os homens, autores dessas e outras teorias científicas que perduraram por séculos, também acreditavam que somente em seus corpos perfeitos existiria o sêmen responsável pela criação da vida, cabendo ao corpo feminino apenas incubar o novo ser, o que por vezes ocorria de modo falho, sem o calor adequado, produzindo outros corpos equivocados, corpos femininos.