O que é o Departamento Formação em Psicanálise?

É uma instância do Instituto Sedes Sapientiae que desenvolve atividades de caráter formativo, científico, cultural e de pesquisa, oferecendo a possibilidade de uma formação continuada aos seus Membros. Trata-se de um espaço de transmissão, produção, estudo e pesquisa em Psicanálise que não se restringe aos cursos existentes – Formação em Psicanálise e Fundamentos da Psicanálise e sua Prática Clínica. Constitui-se, portanto, a partir de um coletivo de Membros em formação e já formados, que estão ou estiveram vinculados aos cursos.

Como é constituído?

É composto por oito Comissões cujos Coordenadores e Suplentes, eleitos em Assembleia Geral, compõem o Conselho Deliberativo que acolhe e viabiliza as propostas
e as diretrizes que interessam aos membros desse Departamento.

Por que se tornar membro?

Mais que um Departamento. Uma comunidade.

Caros colegas,
Estamos todos lidando com desafios — sejam eles econômicos, sociais, políticos e/ou culturais. O nosso Departamento pensa e sente esses desafios, não apenas no sentido intelectual da estrutura, mas também de forma prática e tática. É por isso que, cada vez mais, acreditamos na importância de estar perto da nossa comunidade. Mesmo com os conflitos e adversidades trazidos pelos tempos de sombra e medo no nosso país,
seguimos buscando o encontro. Foi a partir dessa busca que, em 2021, criamos o Fórum Permanente de Discussões das Relações Étnico-Raciais com o objetivo de promover o letramento racial e fomentar discussões acerca do racismo em nosso país. Agora em 2022, o Fórum transforma-se no Grupo de Trabalho Psicanálise na Encruzilhada: O Racismo em Questão. Por meio de lives, rodas de conversa, publicações, grupos de estudo, núcleos de fomento e da sala de aula, seguimos acreditando que é no espaço com o outro que nos
fortalecemos para seguir. Para que tudo isso continue sendo possível, convidamos vocês a se tornarem Membros do nosso Departamento. Seja um novo colega ou um antigo amigo, estamos aqui com o convite para um diálogo sempre aberto, desejosos da sua participação em nosso coletivo. Do ponto de vista de nosso funcionamento interno, tornar-se Membro permite:

Participação nas Comissões em vigor
Pagamento de taxas diferenciadas nos nossos eventos
Participação gratuita nos grupos de estudos, núcleos de fomento e projetos clínicos do Departamento
Apresentação de trabalhos na Jornada Anual de Membros
Possibilidade de ministrar mini cursos dentro do Departamento
Entrada na lista de analistas do Departamento que se encontra em nosso site

Como se tornar membro?

Para tornar-se Membro, entre em contato com: tesourariaformacao2021@gmail.com

Como se tornar Membro?

Para se tornar membro, basta manifestar seu interesse à Comissão de Coordenação Geral do Departamento – comissaocoordenacaogeral@gmail.com – e pagar o boleto da taxa anual de contribuição que será enviado por correio ou que pode ser retirado na secretaria.

Histórico:

Departamento Formação em Psicanálise: uma breve história

Os primórdios do DEPARTAMENTO FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE remontam a 1976, quando começou no Instituto Sedes Sapientiae um curso que visava a formação de psicanalistas. Os alunos eram graduados que buscavam um espaço para estudar Psicanálise, um lugar que permitisse  a livre interlocução, que favorecesse estudo, pesquisa, trabalho, produções em vários níveis, formação continuada e compromisso com os valores sociais, políticos e éticos que o ofício do psicanalista enseja.

Em 1979 esse curso recebeu o nome de Psicopatologia e Psicoterapia Psicanalítica. Em 1991, constituiu-se o CURSO FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE como é conhecido até hoje. Manteve-se comprometido com os mesmos objetivos e valores, porém foi adquirindo características e contornos  próprios. Ele incluiu, desde sempre, em seu currículo de transmissão da psicanálise, além do pensamento teórico e clínico freudianos e pós freudianos, também o pensamento e a clínica kleiniana e pós kleiniana,  contemplando ainda  os vértices franceses e ingleses que a psicanálise desenvolve. É um curso que oferece e propicia  interfaces dentro da própria psicanálise,  visando aperfeiçoar  a escuta clínica e uma aprendizagem crítica da psicanálise (1).

O DEPARTAMENTO FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE tem 30 anos de existência, foi fundado em 1991, para ampliar e consolidar um espaço de  estudo psicanalítico, de livre interlocução entre os psicanalistas e os psicanalistas em formação, de pesquisa, de publicações, de trabalhos intra e extramuros do Instituto Sedes.

Oferece dois CURSOS regulares: um de Especialização – FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE e outro de aperfeiçoamento – FUNDAMENTOS DA PSICANÁLISE E SUA PRÁTICA CLÍNICA. Além desses, promove cursos breves, desenvolve projetos e pesquisas, grupos de estudo, eventos científicos-culturais, entre outras atividades.

Publica a revista BOLETIM – FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE  (ISSN: 1517-4506), desde 1992 – e o jornal ACTO FALHO, desde 1996.

O DEPARTAMENTO FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE é constituído por Comissões: Coordenação Geral ou Conselho Deliberativo do Departamento, da qual fazem parte – Curso; Clínica; Eventos;  Projetos e Pesquisa; Divulgação; Publicação; Alunos – Têm como objetivo  ensejar que os professores, os psicanalistas em formação e os psicanalistas egressos do curso Formação em Psicanálise e os alunos do Curso Fundamentos da Psicanálise e sua prática clínica,  possam ocupar esse espaço de interlocução e colaborem com a implementação e realização dos projetos do Departamento.

Os EVENTOS realizados visam congregar os membros do DEPARTAMENTO, os psicanalistas e/ou público interessado que objetive refletir,  aprender, pensar e partilhar seus conhecimentos e suas preocupações com a psicanálise e sua inserção na contemporaneidade. São projetados para pequenos grupos ou para uma audiência ampliada. Anualmente há Cine Clube; Encontro com os autores da Revista Boletim; Peças teatrais – Psicanálise EnCena,  Monografias revisitadas; uma Jornada de membros do DEPARTAMENTO FORMAÇÃO EM PSICANÁLISE que congrega trabalhos de membros do Departamento,  onde suas contribuições são expostas e comentadas gerando encontros e troca de experiências.

Em parceria com a CLÍNICA PSICOLÓGICA DO INSTITUTO SEDES, há possibilidade de que  psicanalistas em formação desenvolvam, mediante seleção, trabalho de atendimento supervisionado a pacientes que procuram a instituição. Trata-se de um trabalho que oferece uma experiência rica de relacionamento humano e de reflexão sobre a psicanálise na  instituição.


1. Para informações complementares consulte o artigo: Dos cursos de psicoterapia de orientação psicanalítica ao Departamento Formação em Psicanálise: uma reflexão crítica sobre o destino de um nome. Uma história transgeracional. Maria Luíza Scrosoppi Persicano. Rev. Boletim Formação em Psicanálise, ano XV, vol. XV, n. 1, 2007.- “Cursos de Especialização e Aperfeiçoamento”, 1976/1985, São Paulo, Sedes Sapientiae (publicação interna). LEIA AQUI