PROPOSTA

É ao longo da infância que a criança inicia a construção de maneiras próprias de estar no mundo, de relacionar-se, de apreender e participar da realidade que a cerca. Porém, essa construção não se dá de maneira isolada: para advir sujeito, a criança depende da complexa trama de relações com seu entorno. Portanto, ao receber a demanda de atendimento para uma criança, consideramos e incluímos também a escuta dos pais ou familiares, da escola, do saber médico, da regulamentação jurídica, entre outras construções culturais nas quais a criança está inserida.

Em nossa prática, buscamos questionar as demandas às quais as crianças estão submetidas, as origens e implicações dos pedidos que nos chegam, muitos deles já com um “diagnóstico” fechado e quase sempre referido apenas ao indivíduo criança.

No cenário atual onde a infância é considerada um período cada vez mais breve e a ser contido o manejo clínico escolhido é de fundamental importância, pois direciona e revela nosso posicionamento frente a essas questões e suas implicações na construção da trama social e cultural contemporâneas, também por nós engendradas.

Faz parte de nosso trabalho o contato e estabelecimento de rede de atenção junto à escola ou outras instituições do campo da saúde mental ou da assistência social. Este projeto também tem se dedicado à formação de multiplicadores no campo da Saúde Mental Infantil por meio de estudo e pesquisa e da participação em movimentos sociais ligados ao tema.

MODALIDADE DE ATENDIMENTO

Recepção, acolhimento e atendimento a crianças até 12 anos incompletos e suas famílias. Abrange atendimentos psicanalíticos, psicoterapêuticos e psicopedagógicos individuais e grupais para as crianças, grupos de escuta aos pais e grupos de atendimentos pais e bebês.

QUEM PODE SER ATENDIDO

Crianças com até 12 anos incompletos e suas famílias

QUANTO CUSTA

Os honorários são destinados ao Instituto, com um custo menor do que o praticado na rede privada. O valor será estipulado com o próprio terapeuta, de acordo com as possibilidades do usuário e dentro das propostas oferecidas pelo Instituto.

MAIS INFORMAÇÕES

Os interessados deverão entrar em contato com a secretaria da Clínica por meio dos telefones (11) 38662735 ou (11) 38662736 ou dirigir-se à Clínica Psicológica do Instituto Sedes Sapientiae, situada na R. Ministro Godoy 1484, Perdizes, São Paulo, de 2ª a 6ª feira das 08h00 às 20h00.

As inscrições estão sujeitas à disponibilidade de vagas.

EQUIPE DO PROJETO

Coordenação: Cláudia Justi Monti Schönberger e Lindilene Toshie Shimabukuro

Corpo Clínico: Alessandra Cassia Leite Barbieri, Ana Carolina Barros Silva, Claudia Belinello, Daniela Fucks, Lenita Medeiros, Raquel de Lara Eugenio Carneiro, Ricardo Portolano, Sonia Maria Garrido , Stephania A. R. Batista Geraldini e Vanessa Chrein.