Entre os anos de 2013 e 2015 o “Grupo de trabalho e pesquisa em Psicanálise e Contemporaneidade” realizou um  estudo sobre as novas formas de gestão do trabalho e seus impactos sobre a saúde psíquica do trabalhador, baseado principalmente nas obras de Christophe Dejours.  Alguns de seus membros animados em aprofundar esses estudos formaram “Grupo de pesquisa e intervenção: Trabalho e psicanálise” o qual concebeu o Projeto Laborar.

PROPOSTA

Atender pessoas em sofrimento psíquico oriundo, predominantemente, das condições de trabalho.

MODALIDADE DE ATENDIMENTO

O atendimento será em grupo, com referenciais da psicanálise e aportes da psicopatologia e da psicodinâmica do trabalho.

QUEM PODE SER ATENDIDO

O atendimento se dirige à pessoas de ambos os sexos, empregadas ou desempregadas que sintam que as condições do trabalho tenham produzido sofrimento e adoecimento psíquico.

QUANTO CUSTA

Os honorários são destinados ao Instituto, com um custo menor do que o praticado na rede privada. O valor será estipulado com o próprio terapeuta, de acordo com as possibilidades do usuário e dentro das propostas oferecidas pelo Instituto.

MAIS INFORMAÇÕES

Os interessados deverão entrar em contato com a secretaria da Clínica por meio dos telefones (11) 38662735 ou (11) 38662736 ou dirigir-se à Clínica Psicológica do Instituto Sedes Sapientiae, situada na R. Ministro Godoy 1484, Perdizes, São Paulo, de 2ª a 6ª feira das 08h00 às 20h00. Importante especificar que deseja se inscrever para o Projeto Laborar. Após a inscrição, um terapeuta do projeto entrará em contato por telefone para agendar entrevista. As inscrições estão sujeitas à disponibilidade de vagas.

EQUIPE DO PROJETO

Coordenação: Cleide Monteiro, psicóloga e psicanalista

Corpo Clínico: Débora Felgueiras, socióloga e psicanalista,

                           Maria Helena Dias Caffé Alves, pedagoga e psicanalista

                           Pedro Mascarenhas, psiquiatra, psicanalista e psicodramatista