Código: 8567
Objetivo

Objetivos Gerais: Abordar as formas pelas quais o dispositivo clínico do Acompanhamento Terapêutico (AT) pode atuar nos campos da Saúde Pública, Educação e Assistência Social.
Objetivos específicos: Apresentar referências e diálogos transdisciplinares a partir do campo do AT para a atuação na Saúde Pública, Educação e Assistência Social. Instrumentalizar o pensamento crítico e clínico a partir de referências teórico-práticas da Psicanálise. Promover a troca e debate das diversas perspectivas e campos de atuação entre os profissionais professores e alunos do curso.

Corpo Docente

COORDENAÇÃO
Juliana Bei
(Acompanhante terapêutica, psicóloga, psicanalista, formada em Comunicação e Artes do Corpo (PUC-SP). Aluna do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae. Coordenadora e supervisora da Equipe de AT do Centro de Reabilitação e Hospital Dia do Instituto de Psiquiatria do HC-FMUSP).
Mayra Castro (Socióloga, psicanalista, aspirante a membro no Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae e acompanhante terapêutica integrante da Equipe Nós de Acompanhamento Terapêutico).
Rafael Muscalu Raicher (Psicólogo, psicanalista, acompanhante terapêutico, analista institucional. Especialista em Saúde Mental em Saúde Coletiva pela UNICAMP. Terapeuta contratado do Núcleo de Referência e Atenção à Adolescência e Juventude (NURAAJ) na clínica do Sedes e aluno do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae). Professores convidados.

Conteúdo Programático

Oito aulas temáticas de 3 horas cada, duas por data, uma pela manhã e outra à tarde, com professores convidados e com os coordenadores do curso.
Apresentações e introdução à ética do AT.

  • O AT na Saúde Mental CAPS.
  • O AT na Estratégia Saúde Da Família.
  • O AT no contexto do hospital psiquiátrico.
  • O AT no Fluxo da Cracolândia.
  • O AT no Serviço Social.
  • O AT na Educação Infantil.
  • O AT na Adolescência em contexto escolar.

ESTRATÉGIAS: O curso promove, a cada aula, o encontro de uma dupla de profissionais – um que traga um caso e outro que o comente. Os profissionais convidados a trazerem os casos serão trabalhadores desses equipamentos que experienciaram ou desempenharam a função de at. E os comentadores serão psicanalistas com experiência clínica como at que trarão reflexões articuladas a teoria e ética psicanalítica.
A função dos coordenadores será de promover a participação dos alunos, de integrar e problematizar esses conhecimentos e práticas em questão. O curso pretende abranger um público heterogêneo. Seu intuito é a troca de experiências e debate, colocando em pauta a prática do AT como norteadora de uma ética clínica criativa e singular que contribua como função terapêutica nos fazeres institucionais públicos e privados.

Destinado a

Profissionais de saúde, da educação e da assistência social; médicos, psicólogos, psicanalistas, assistentes sociais, enfermeiros, TO, ATs, educadores, redutores de dano, oficineiros e estudantes das áreas correlatas.

Duração/Horário

Duração:

31/08, 21/09, 26/10 e 30/11/2019.

Horário

sábados, das 10h00 às 17h00. (1 hora de almoço)

Informações para inscrições

Carga horária: 24 horas.

Nº vagas: 25 (vinte e cinco).

Matrícula até: 30 de agosto de 2019, às 12h00.

INVESTIMENTO: - Na secretaria do Sedes: R$ 864,00 à vista ou em três vezes no cartão de crédito;
- Via Internet: cartões de crédito (conforme política da operadora); cartão de débito (à vista).

Documentos necessários e outras informações para inscrição, clique aqui...

Inscrições encerradas.



Share on FacebookTweet about this on Twitter