segunda-feira, 14 de dezembro de 2020 - 15h36

Menção Honrosa a Diretora do Sedes, Maria Auxiliadora Arantes (Dodora)
14 dez 2020

Menção Honrosa a Diretora do Sedes, Maria Auxiliadora Arantes (Dodora)

No dia 11/12/2020 ocorreu o Festival de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania , com uma cerimônia de premiação onde nossa Diretora Maria Auxiliadora Arantes (Dodora) recebeu menção honrosa como personalidade física pela luta em favor dos Direitos Humanos.

Abaixo copiamos o texto de agradecimento de ‘Dodora’:

À Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

Impossibilitada de comparecer pessoalmente, por motivos de saúde, encaminho mensagem que, espero, chegue com o calor do meu agradecimento sincero.

Recebo o Prêmio de Direito à Memória e à Verdade Alceri Maria Gomes da Silva, tomada pela emoção e ao mesmo tempo pela responsabilidade de honrar a história de Alceri e a confiança que a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania demonstrou ao fazer a indicação.

Alceri Maria Gomes da Silva foi assassinada em 17 de maio de 1970. Militante da resistência à Ditadura Militar, teve sua casa invadida com violência deixando em sua família, marca indelével.

Esta marca, assumimos todos os que consideramos que a Memória e a Verdade devem ser sustentadas, sempre, para que não se esqueça e nunca mais aconteça.

Permanecemos vivos para que possamos contar a história de Alceri, a história do que ocorreu e permanecemos vivos para impedir que nosso país seja tomado pelo pior do humano que se materializa na tortura exercida por agentes do Estado como prática clandestina e exercida a céu aberto principalmente contra a população mais vulnerável e negra, como Alceri.

Repudiamos a escolha feita pelo presidente da República ao nomear como patrono do governo, conhecido torturador.

Ao receber a Menção Honrosa Alceri Maria Gomes da Silva, acolho a memória de todos os que morreram sob tortura em nosso país e estendo aos amigos, familiares e companheiros de luta, minha saudação.

E acrescento: receber este prêmio neste dia, reforça meu vínculo com a celebração das comemorações da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Meu agradecimento aos que propuseram a indicação do meu nome.

Meu agradecimento à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, ao Departamento de Educação em Direitos Humanos, ao Comitê Municipal de Educação em Direitos Humanos.

Agradeço aos que organizaram esta cerimônia de premiação e tornam minha presença possível ao compartilhar a leitura do meu texto.

Respeitosamente Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes.


São Paulo, 11 de dezembro de 2020

Share on FacebookTweet about this on Twitter