Objetivo

Aperfeiçoamento


O CURSO É PRESENCIAL, entretanto, face às restrições impostas pela pandemia, as aulas deste curso, durante o ano de 2021, poderão ser iniciadas on-line e assim permanecer até que a crise sanitária esteja devidamente controlada.
As aulas presenciais serão retomadas quando não houver riscos para alunos, professores e funcionários e após avaliação rigorosa da Instituição que comunicará, amplamente, a decisão a ser praticada.
Caso haja restrição quanto ao espaçamento entre alunos, algumas aulas poderão ser realizadas presencialmente em sistema de rodízio, a critério do curso e de acordo com as condições de espaço da instituição. As demais aulas continuarão a ser on-line.
Medidas emergenciais serão sempre adotadas em caso de persistência ou agravamento da crise sanitária neste e nos próximos anos.

A prática clínica tem nos confrontado com o surgimento constante de novas demandas, entre elas as figuras clínicas que há alguns anos começaram a ser categorizadas como 'novas patologias' pelo discurso médico, amplamente divulgado pela mídia. Este curso aborda tais formas de sofrimento psíquico - que certamente implicam desafios quanto a seu manejo clínico e seu fundamento psicopatológico - como representantes do mal-estar de uma época em suas rápidas e profundas transformações. Interrogamos em que medida podem ser lidos como variantes das formas clássicas da psicopatologia psicanalítica ou expressar novas produções de subjetividade em sua relação intrínseca com o campo social mais amplo. Evitamos reduzir estas figuras clínicas a estruturas invariáveis e estanques, problematizando-as na perspectiva de sua complexidade, por meio de vários eixos conceituais da psicopatologia psicanalítica e em sua dimensão de "psicopatologia da vida cotidiana" contemporânea.

Corpo Docente

Ana Lúcia Panachão, Ana Maria Siqueira Leal, Márcia de Mello Franco, Mario Pablo Fuks - coordenador, Mania Deweik, Marcelo Soares da Cruz, Roberta Kehdy, Tatiana Inglez-Mazzarella e professores convidados.

Conteúdo Programático
Primeiro ano:
Psicopatologia psicanalítica: narcisismo, destinos da perda do objeto, o campo do angustiante.

a) Constituição do aparato psíquico. Protótipo “sadio” e mal-estar da época. O sintoma na psicanálise e o modelo médico. Narcisismo, estruturação edípica e formação dos ideais.
b) Depressividade, distinção entre trabalho do luto, melancolia e depressões. A lógica da depressão na sociedade atual e a farmacologia. Depressões, luto e melancolia na sociedade de consumo.
c) O modelo da neurose atual e os limites da simbolização. A angústia na contemporaneidade. Manifestações no campo do angustiante: corpo e psiquismo. Primeira e segunda teorias da angústia. Figuras da angústia. O desamparo como condição da constituição psíquica. Pânico e subjetivação. A clínica do pânico. Trauma e angústia.

Segundo ano:

Do irrepresentável à simbolização: Problemáticas contemporâneas

a) A função materna na constituição do psiquismo. Presença e ausência: da experiência de satisfação ao jogo do Fort-Da. Memória e temporalidade. Regressão no sono e no sonho versus progressão ao polo motor. O sono, o sonhar e seus fracassos. Insônias, pesadelos, sonhos traumáticos, sonambulismo.
b) O irrepresentável, os excessos traumáticos e os mecanismos de recusa e recalque. Repetição e compulsão à repetição. Acting out e passagem ao ato. Corpo, ato e pensamento: somatizações, hiperatividade, déficit de atenção etc.
c) A construção do dispositivo clínico pelo psicanalista e a pluralidade dos processos de simbolização. Função do enquadre. O irrepresentável, a clínica do traumático e a criação de novos dispositivos. Traumatismos coletivos.
d) Adicções e toxicomanias. Adicções e sociedade do consumo. Pulsão e toxicomania. Adicção e os processos de interiorização. Desafios na clínica das toxicomanias e outras adicções: relacionamentos, sexo, trabalho, compras, jogos, alimentares, eletrônicas.

Funcionamento: – seminários teóricos semanais (1h30 de duração); – supervisões semanais (1h30 de duração); – aulas teóricas periódicas, com professores do curso e convidados. Aula inaugural: 9/3; Módulo 1: 16/3 a 18/5; Módulo 2: 25/5 a 24/8 (férias em julho); Módulo 3: 31/8 a 23/11; Discussão dos trabalhos: 30/11, 07/12 e 14/12.

Destinado a

Psicanalistas, psicólogos, médicos e profissionais da área de saúde que já possuam fundamentos teóricos e pratica clínica, interessados na abordagem psicanalítica dessa problemática.

Duração/Horário

Duração:

Dois anos. Carga horária do curso: 201 horas.

Horário

Terças-feiras, das 19h00 às 22h15.

Informações para inscrições

 Nº vagas: 30 (trinta).

Inscrição até: 21 de fevereiro de 2021.

Processo seletivo: O candidato será submetido a entrevista individual de forma remota, devendo enviar uma cópia do curriculum vitae, uma foto 3X4 e uma carta justificando seu interesse em participar desse curso. No ato da inscrição, a Secretaria marcará a entrevista conforme agenda definida pelo docente.

- Publicação dos resultados: 03 de março de 2021, às 14h00.(clique aqui para visualizar o resultado...)

Início do ano letivo: 09 de março de 2021.

Anuidade de 2021: matrícula - R$ 766,00 mais 09 parcelas de R$ 766,00.

Inscrição: 120,00 (cento e vinte reais)

Documentos necessários e outras informações para inscrição, clique aqui...

Inscrições encerradas. 



Share on FacebookTweet about this on Twitter